ALOPECIA GANHA PESQUISA E EXTRATO DO CAFÉ PARA O CRESCIMENTO DOS FIOS

17/10/2018

Pesquisa desenvolve primeiro produto à base dos ativos do café que possibilita o crescimento dos cabelos em casos de calvície e alopecia. Trata-se do resultado de estudo científico do extrato biotecnológico do café, e dos princípios ativos necessários ao estímulo ao crescimento capilar. Os farmacêuticos responsáveis pela pesquisa, Dra. Jackeline Alecrim, especialista em Cosmetologia Avançada e Farmacologia Clínica, e o Dr. Gilmar Machado Miranda, farmacêutico Mestre em Ciências Farmacêuticas, detêm a patente do produto, que é produzido no Polo Biotecnológico nas instalações Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

 <https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif>
- Após quatro anos de pesquisas foi possível obter um composto capaz de inibir a queda capilar e estimular o surgimento de novos fios, ao atuar nos mecanismos de controle da queda e no estímulo à atividade celular no bulbo capilar, diminuindo a morte dos folículos e possibilitando o crescimento dos fios -, explica a pesquisadora Dra. Jackeline Alecrim, farmacêutica especialista em Cosmetologia Avançada e Farmacologia Clínica. Segundo Jackeline, a inovação está no fato de o produto combinar diferentes mecanismos de ação contra a queda, se comparado com outros produtos disponíveis no mercado, destinados ao consumidor final. A pesquisa dos farmacêuticos revelou a inibição e conversão de testosterona em DHT, - um esteroide e hormônio que influencia na queda dos cabelos -, e o estímulo do shampoo à atividade celular no bulbo capilar.

A ANVISA aprovou o registro do shampoo, à base de ativos do café para tratamento de calvície, que demonstrou 100% de eficácia no efeito antiqueda e foi aprovado com um produto seguro, depois de passar por testes exigidos pelo órgão.

- O Caffeíne’s Therapy, à base de cafeína e outros componentes presentes no extrato biotecnológico de café, melhora a vascularização no couro cabeludo. Mesmo em uma ‘careca’ lisa, é possível obter bons resultados, exceto se o folículo capilar entrar em fase cicatricial, quando está fechado e não existe mais vitalidade e condições de reativá-lo -, ensina a farmacêutica.

 O diagnóstico do tipo de alopecia é o primeiro passo para a indicação do tratamento. Mas a Dra. Jackeline comenta que o produto é altamente eficaz para o tratamento da alopecia androgenética feminina e masculina e também apresenta eficácia em qualquer processo que possa impedir a chegada de nutrientes aos bulbos, como nos casos pós-cirúrgicos, tratamentos com quimioterapia e estresse, dentre outros.